MPES participa de reunião para discutir rastreabilidade de vegetais

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça Cível de Vitória e do Centro de Apoio Operacional da Defesa dos Direitos do Consumidor (CADC), participou de encontro com órgãos do Governo do Estado, produtores rurais e empresários para discutir a rastreabilidade de vegetais, instituída a partir da assinatura de portaria. A reunião aconteceu na terça-feira (23/04), no auditório da Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa/ES), em Cariacica.

A promotora de Justiça e coordenadora do Fórum Espírito-Santense de Combate aos Impactos dos Agrotóxicos e Transgênicos (Fesciat), Sandra Lengruber da Silva, e a dirigente do CADC, promotora de Justiça Vanessa Amaral, participaram do encontro.

A reunião faz parte de uma série de ações determinadas pelo MPES para garantir a divulgação e orientação sobre a rastreabilidade de frutas e hortaliças frescas produzidas no Espírito Santo, obrigatória desde o ano passado. O objetivo é permitir o monitoramento e controle de resíduos de agrotóxicos nesses alimentos e garantir que o consumidor capixaba tenha acesso a informações sobre as etapas de produção, transporte, armazenamento e comercialização de alimentos produzidos ou comercializados no Estado.